Conference 2022

Owning the Future: Sustainably Scaling Platform Cooperatives With the Global South

Museum of Tomorrow
Rio de Janeiro-
Brazil

Register now

Download and view the PDF of the conference program in Portuguese and English.

The single overarching question of this conference is how we might reclaim democracy, fairness, and economic justice in the digital economy. Over three days, 66 speakers from 11 countries spanning four continents are asking this question in a variety of ways. Participants explore the possibilities of building a cooperative digital economy in the Global South where data and labor have been over-extracted and exploited. Will Distributed Autonomous Organizations, blockchains, and other much-touted distributed technologies help in the scaling and governance of cooperative digital experiments?

In Brazil, cooperatives have a long history and play a major role in the financial, healthcare, and agricultural sectors. Here, one out of every five members of Congress belongs to at least one cooperative. What lessons can we learn from Brazil that might help those who are working to build a new digital economy? How might these lessons apply (or not) to other countries in the Global South? These are some of the questions that will be addressed at Owning the Future.

Personas of Participants:

Coop Member-Owners
People who work in traditional cooperatives, and are wary of being perceived as disconnected from the digital economy.
— You will see the benefits of digital transformation for the scaling of your cooperatives.

Policymakers
Lawyers, legal scholars, public officials, and non-governmental organizations who advocate for more equitable labor relations.
— You will become familiar with the legal constraints on cooperative scalability in the digital economy and will be able to take action to overcome these barriers.

Technology enthusiasts
Entrepreneurs, developers, designers, members of innovation hubs and incubators, and tech enthusiasts concerned with social impact.
— They will see how cooperative principles can serve as a valuable North Star when scaling your ethical organization.

Researchers
Researchers, university professors, students, and anyone who is interested in the effects of digital platform capitalism.
— You will have the opportunity to learn, contribute, and join this global research community.

The event will be co-hosted by the PCC and the Institute for Technology and Society (ITS Rio).

Platform Cooperativism Consortium at The New School, New York City

Institute for Technology and Society of Rio de Janeiro (ITS)

The event will be sponsored by Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Rio de Janeiro (SESCOOP-RJ), Coopersystem , Needsmap, and Mondragon University.

Hashtags:
#plataformacooperativa #sulglobal #tropical
#platformcoop #globalsouth #tropical
#plataformacoop #surglobal #tropical

Possuindo o Futuro: Escalando Sustentavelmente Cooperativas de Plataforma com o Sul Global 

Uma pergunta frequente é se as cooperativas de plataforma podem escalar para competir com sucesso com grandes empresas de tecnologia. O que significa para as cooperativas escalar enquanto aderem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU? Organizações Autônomas Distribuídas, blockchains e outras tecnologias distribuídas muito elogiadas ajudarão essas aspirações de crescimento e abordarão questões de governança? Como podemos construir uma economia digital cooperativa engenhosa e assertiva no Sul Global – uma economia que foi super explorada e extraída pelo colonialismo de dados e trabalho do Norte Global?

A conferência aborda uma questão específica: como as cooperativas digitais escalaram seus negócios habilmente na agricultura, no setor de assistência, finanças e carona, entre outros setores? Esse debate servirá de catalisador para a conferência do Consórcio de Cooperativismo de Plataforma (PCC), que será realizada no Rio de Janeiro em novembro de 2022.

O Brasil tem uma forte tradição em cooperativas e agora está emergindo como um hub global para plataformas digitais de propriedade de trabalhadores e usuários nos últimos anos. Os contornos da economia digital cooperativa global de amanhã já são visíveis em cidades como o Rio.

Nos anos anteriores, as conferências do PCC foram realizadas nas cidades de Nova York, Berlim e Hong Kong. Agora é hora de levar este impulso ao Brasil no primeiro encontro sul-americano.

Cooperados

Pessoas que trabalham em cooperativas tradicionais e, por causa de sua tradição, têm receio de serem vistas como desconectadas da economia digital.

– Vislumbrarão as oportunidades trazidas pelo digital para a escalabilidade de suas

cooperativas.

Formuladores de políticas públicas

Advogados, gestores públicos e ONGs que defendem a causa de relações de trabalho mais justas.

– Conhecerão os limites legais para a escalabilidade das cooperativas, sendo capacitados a atuar na superação das barreiras legais impostas a elas.

Entusiastas de tecnologia

Empreendedores, desenvolvedores e entusiastas de tecnologia que se importam com os impactos sociais.

– Perceberão como a cooperação pode ser um fator importante para a escalabilidade de suas organizações.

Pesquisadores

Professores e pesquisadores de grandes universidades interessados nos impactos da plataformização do trabalho.

– Terão a oportunidade de fazer parte de uma comunidade internacional de pesquisa.

O evento será correalizado pelo Platform Cooperativism Consortium em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS Rio).
Platform Cooperativism Consortium (PCC)

Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS Rio)

O evento é patrocinado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Rio de Janeiro (SESCOOP-RJ), Coopersystem , Needsmap e Mondragon University.

Participants

See all participants